Nacional

FNRP e BCI assinam memorando

2015-11-13 13:30:12 (UTC+00:00)

Desde ontem, após a assinatura do Protocolo Financeiro e de Cooperação entre o BCI e o Fundo da Paz e Reconciliação Nacional, os ex-combatentes e desmobilizados de guerra, beneficiam de um empréstimo nesta instituição bancaria.

MAPUTO-Isso é possível porque esta instituição brancaria está na posse de 150 milhões de meticais do Fundo da Paz e Reconciliação Nacional (FNRP) para financiar combatentes da luta de libertação e desmobilizados da guerra civil dos 16 anos.

O valor do empréstimo tem uma variação de 10 mil a um milhão de meticais e será concedidos ao grupo acima citado bem como aos seus cônjuges sobrevivos, que queiram desenvolver projectos de pequena ou grande dimensão.

O Fundo da Paz e Reconciliação Nacional, orçado em 318 milhões de meticais, foi criado aquando do acordo de cessação de hostilidades assinado em Setembro de 2014, entre o ex-Chefe de Estado, Armando Guebuza, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama.

O fundo deve financiar actividades sociais e económicas de combatentes da luta de libertação e desmobilizados de guerra civil dos 16 anos, tanto da parte do Governo como do partido Renamo. Os gestores do fundo informam que 30 milhões de meticais já foram alocados a 100 veteranos. [FI]