Nacional

Francisca Tomás: A prática do sexo nunca é a base do sustento

2015-09-29 09:20:43 (UTC+01:00)

A presidente do Gabinete da Mulher Parlamentar (GMP) da Assembleia da República (AR), o parlamento moçambicano, Francisca Tomás acredita ser necessário reprimir as práticas que estejam contra o desenvolvimento.

MAPUTO-De acordo com o comunicado de imprensa da AR recebido pela AIM, Francisca Tomás afirmar que a prática do sexo nunca é a base do sustento, em referência às mulheres que optam pela prostituição ao invés de se dedicar a outras actividades menos degradantes.

Para Tomás é necessária a realização de um trabalho de sensibilização permanente nas comunidades, tendo em vista a mudança de comportamento perante os males que afectam a sociedade moçambicana.

A presidente do GMP Falava ontem em Inhambane, durante o encontro que manteve com o Governo provincial, onde frisou ser necessário redobrar esforços para que os líderes comunitários compreendam que a prática de actos nocivos como prostituição, violência doméstica, casamentos prematuros e gravidezes precoces não dignificam nenhuma sociedade e nem contribuem para o seu desenvolvimento. [FI]