Nacional

Governo quer alargar prazo de pagamento da dívida da EMATUM

2015-06-19 08:33:56 (UTC+01:00)

O Governo considerou, ontem, no parlamento “curto” o prazo de pagamento da divida dos 500 Milhões de dólares que assumiu pelo financiamento da Empresa Moçambicana de Atum (Ematum) e estão em curso negociações para o alargamento do pagamento do encargo.

De acordo com o Ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, sete anos é um período curto para pagar 500 milhões de dólares mesmo para um período de graça de dois anos, principalmente a taxas de juros altos.

“Estamos a tentar negociar um período de pagamento mais longo e a taxas de juros mais baixas e os nossos parceiros, incluindo o Fundo Monetário Internacional, concordam com isso", disse o ministro da Economia e Finanças.

Adriano Maleiane indicou que o valor corresponde à parte que o Estado deve pagar de um total de 850 milhões de dólares que conseguiu arrecadar para a Ematum numa emissão de título de dívida no mercado europeu.

De acordo com o ministro, o empréstimo que o Estado deve pagar corresponde aos seis navios-patrulha e respetivo equipamento, que encomendou para a Ematum, na qualidade de avalista de toda a dívida, enquanto o remanescente de pouco mais de 306 milhões de euros e os correspondentes juros serão pagos pela empresa.

A dívida imputada à Ematum corresponde à componente comercial do empréstimo, destinado à compra de 24 atuneiros.

O ministro esclareceu que a composição da dívida inerente às actividades da Ematum resultou de uma reavaliação feita no Orçamento do Estado de 2014, que decidiu que o Estado ficasse com a maioria do serviço da dívida, uma vez que corresponde à componente não comercial da mesma, que é a compra de navios de guerra. [FI]