Nacional

Guarda-costas do governador da Zambézia suicidou-se

2015-08-27 11:16:31 (UTC+01:00)

Um membro da Polícia da República de Moçambique, afecto as Forças de Proteção de Altas Individualidades, FPAI, suicidou-se, ontem, em Quelimane em plena actividade laboral.

MAPUTO- A vitima por sinal guarda-costas do Governador da Zambézia, Abdul Razak, disparou dois tiros sobre o lado direito da sua caixa torácica, tendo encontrado a morte, já no hospital provincial de Quelimane, quando recebia cuidados médicos.

A directora clinica do hospital provincial de Quelimane, Nelia Mutisse, cita pela Rádio Moçambique disse que o finado não resistiu aos graves ferimentos que atingiram alguns órgãos vitais.

Entretanto, a Secretária Permanente do governo provincial da Zambézia Elisa Somane lamentou o sucedido, tendo sublinhado que o malogrado não apresentava nenhum sinal de eventuais problemas sociais.

A Polícia da República de Moçambique na Zambézia, promete pronunciar-se sobre o caso. [FM]