Nacional

Jindal Africa quer construir central térmica em Moçambique

2015-06-08 07:09:42 (UTC+01:00)

A Jindal Africa, do grupo indiano Jindal Steel and Power Limited (JSPL), pretende construir uma central térmica e assinar o respectivo contracto de venda de energia eléctrica em Moçambique até ao final do ano.

MAPUTO - Em declarações na Cidade do Cabo, África do Sul, à agência financeira Reuters, Ashish Kumar, presidente executivo da Jindal Africa, garantiu que a empresa pode iniciar a construção da central imediatamente após a assinatura do contracto de venda.

“Trata-se de uma central com uma capacidade de produção de 150 megawatts, que levará 30 meses a ser construída e que tem um custo actualmente estimado em 400 milhões de dólares”, disse ainda Ashish Kumar.

A mina de carvão que a empresa explora em Moçambique, na província de Tete, produz cerca de 3 milhões de toneladas de carvão por ano, mas há planos para a aumentar a extracção do mineral mal os preços mundiais voltem a subir.

A mina de Chirodzi, que tem reservas comprovadas de 700 milhões de toneladas e uma vida prevista de 25 anos, exportou o primeiro carregamento de carvão no primeiro trimestre de 2013. [MCM]