Nacional

Moçambique vai ter o maior viveiro de eucaliptos em África

2015-07-20 08:33:19 (UTC+01:00)

O grupo português Portucel Soporcel inicia em Setembro próximo em Moçambique a montagem do maior viveiro de eucaliptos do continente africano, disse sexta-feira em Setúbal, Portugal, o presidente executivo do grupo.

MAPUTO- Diogo da Silveira disse ao Presidente, Filipe Nyusi, no decurso de uma visita ao complexo industrial do grupo em Setúbal, que o viveiro terá uma capacidade inicial de 12 milhões de plantas/ano, número que poderá vir a ser duplicado até 2016.

A Portucel Moçambique, subsidiária do grupo que foi constituída em 2009, vai investir no desenvolvimento de um projecto transversal e integrado de silvicultura em Moçambique, que inclui plantações florestais, produção de pasta e papel e de energia à base de biomassa.

O presidente do grupo português disse que o projecto deverá incluir uma ou mais centrais de biomassa, a pedido do governo de Moçambique, que pretende que cada uma tenha uma capacidade de produção de 50 megawatts.

As centrais de biomassa, que produzem energia através da queima de matéria orgânica, integram o projecto transversal da Portucel, cujo objectivo é a construção de uma unidade de fabrico de pasta de papel, que entrará em funcionamento dentro de seis anos, o período de tempo estimado para o crescimento das árvores no viveiro para serem transformadas neste processo.

Diogo da Silveira adiantou que o investimento neste projecto pode chegar a 2,1 mil milhões de euros, decorrendo o mesmo em 356 mil hectares concedidos pelo governo de Moçambique nas províncias de Manica e da Zambézia. [FM]