Nacional

Município preocupado com onda de vandalismo à contentores de lixo

2015-08-14 08:19:27 (UTC+01:00)

A onda de vandalização de contentores de lixo, tem vindo a preocupar as autoridades municipais da cidade de Maputo.

MAPUTO - Trata-se de cerca de 100 contentores de lixo, que se encontravam posicionados em diversos pontos da capital, que foram encontrados sem as respectivas rodas em resultado de actos de vandalização a que foram sendo sujeitos ao longo dos últimos quatro meses.

Segundo lê-se na edição de hoje do jornal Notícias, os autores de tais actos ainda não foram identificados e o município já se queixa dos elevados custos de reposição com que tem de arcar, uma vez que a retirada de rodas reduz a utilidade dos contentores, uma vez que se torna muito difícil, quase impossível, proceder à sua movimentação, em tempo de recolha pelos camiões dos serviços de salubridade urbana.

João Mucavele, director para área da Salubridade e Cemitérios no Conselho Municipal da Cidade de Maputo, explicou que a falta de rodas nos contentores está a causar sérios embaraços na remoção dos resíduos sólidos.

“Devido à sabotagem tivemos que substituir os contentores sem rodas, o que constitui encargo para a edilidade. Isto acaba por comprometer o alcance das metas desejadas na gestão dos resíduos sólidos urbanos”, disse Mucavele.

Os roubos têm sido frequentes na zona baixa da cidade, Polana, sobretudo na área do Museu, nas Avenidas Guerra Popular, Filipe Samuel Magaia e Marginal.

Uma equipa constituída por polícias e fiscais do CMCM fez um rastreio, sem sucesso, nos possíveis circuitos informais de venda daqueles materiais, nos mercados do Estrela Vermelha e Xikhelene, na esperança de localizar e recuperar algum rodado que eventualmente estivesse à venda.[OD]