Nacional

Nyusi estreia hoje visitas fora de África com Portugal

2015-07-15 12:29:32 (UTC+01:00)

É sempre uma pergunta que fica no ar - a primeira visita ao "Ocidente" leva Nyusi a Portugal - porque?

Porque não EUA ou China ou um país do Médio Oriente que garantam o envio de uma mensagem clara ao resto do mundo - que Moçambique está aberto ao negócio e a entrar com a exploração do gás natural no mapa mundo dos grandes negócios. A resposta pode ser muito simples e tem como resposta a principal preocupação senão a quase única agenda que ocupa o nosso líder na actualidade - a paz.

Defendem os entendidos na matéria que a sobrevivência política de Dhlakama e da Renamo só tem sido possível porque os únicos patrocinadores que restam a Dhlakama, são portugueses, os tais "frustrados" com a Frelimo e que necessariamente a conclusão e encerramento definitivo do dossier guerra e a chegada da tão ambicionada paz efectiva passará por "eliminar" o foco de "alimentação" que ali mora.

Ainda no âmbito da mesma lógica, de promoção da paz e de agradecimento pelo voto nas ultimas eleições, Nyusi aproveita a maior comunidade de Moçambicanos na diáspora para dizer Obrigado matando dois coelhos de uma cajadada só.

Por último não deixa de ser interessante também assinalar que uma viajem a Portugal e depois a França (onde poderão voltar a surgir perguntas incómodas sobre a EMATUM) é muito mais fácil de organizar e de agendar que uma visita aos EUA ou a China, que precisa de uma preparação com mais "qualidade e conteúdo". [JG]