Nacional

Presos da “cabeça-de-velho” queixam-se da morosidade na tramitação de processos

2015-09-24 08:18:48 (UTC+01:00)

Os reclusos do estabelecimento penitenciário regional centro, em Manica conhecido por Cabeça-de-Velho, queixam-se da morosidade dos tribunais na tramitação dos seus processos.

MAPUTO – Segundo a Rádio Moçambique, a preocupação foi manifestada, esta terça-feira, durante a visita de trabalho da Procuradora-chefe provincial de Manica, àquele estabelecimento penitenciário em Chimoio.

O estabelecimento regional centro conta neste momento com pouco mais de mil reclusos entre detidos e condenados, provenientes das províncias de Maputo, Gaza, Tete, Sofala e Manica.

Alguns condenados alegam ter cumprido metade das suas penas, estando no direito de gozar de liberdade condicional, mas devido às questões burocráticas, continuam a ver o sol aos quadradinhos.

A Procuradora-chefe provincial de Manica, Ângela Tembe, prometeu averiguar a situação de cada recluso para garantir maior celeridade na tramitação de processos em recurso.[OD]