Nacional

PRM detém supostos traficantes de órgãos humanos

2015-07-02 11:00:00 (UTC+01:00)

A polícia da República de Moçambique (PRM) deteve, ontem, dois supostos raptores e traficantes de órgãos, na cidade de Tete, na província do mesmo nome.

De acordo com o “Jornal o País”, os indivíduos são indiciados de tentativa de rapto de um menor de 14 anos para posterior extracção de órgãos humanos.

O facto ocorreu em Matundo, bairro onde a vítima é residente, e trabalhava como carregador no mercado local. Aliás, foi durante o trabalho que o menor foi abordado por dois jovens, nomeadamente, Fernando Adelino, 22 anos, e Timóteo Fernando, 26 anos, que supostamente estavam à caça de menores para extracção de órgãos genitais para posterior comercialização.

Segundo o porta-voz do Comando da Polícia em Tete, Luís Nudia, os supostos criminosos teriam comprado 50 kg de arroz, cinco litros de óleo alimentar, e solicitaram os serviços do menor a troco de 15 meticais. Chegados ao carro, os dois teriam dito que não tinham dinheiro trocado, pelo que o rapaz devia seguir com eles até à sua casa.

“Forçaram-me a entrar no carro, mas eu não queria. Empurraram-me e eu comecei a chorar e a pedir socorro. De repente o motorista começou a disparar e apareceram outros senhores também a disparar. Depois disso levaram-me à esquadra e liguei para os meus pais a pedir ajudar. Foi tudo muito rápido”, contou Juma Domingos. [FI]