Nacional

PRM deteve supostos raptores de albinos em Nacala-Porto

2015-07-23 10:22:26 (UTC+01:00)

A polícia da Republica de Moçambique (PRM) deteve dois indivíduos, na cidade portuária de Nacala, indiciados de tentar raptar um menor de 5 anos, albino, com o objectivo de extrair o seu cabelo para fins obscurantistas, a troco de cinco mil meticais.

Segundo relata os “Notícias” os jovens, ora nas mãos da Polícia, contaram que um dos integrantes do grupo que se encontra a monte terá abordado os seus amigos no sentido de arranjar cabelo de um albino para fins de cura de uma criança recém-nascida, com problemas de fazer necessidades biológicas.

“O nosso amigo Tomás, que não está aqui, é que nos procurou para arranjar esse tipo de cabelo a fim de entregá-lo a um curandeiro que ele conhece, com o objectivo de tratar essa criança. Não chegámos a levar a criança albina, porque fomos neutralizados pela família que desconfiou das nossas intenções”, contaram os jovens, sob custódia policial em Nacala-Porto.

No entanto, o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM), em Nacala-Porto, Omar Mussa, esclareceu que a pronta intervenção da população evitou que o rapto da menor albina se consumasse, um acontecimento que, segundo as suas palavras, representa um esforço redobrado para combater o fenómeno que está a tentar ganhar terreno na província de Nampula. [FI]