Nacional

Professores terão seus salários em atraso até finais deste ano

2015-10-21 07:14:09 (UTC+01:00)

O Presidente da República, Filipe Nyusi, exige o pagamento dos salários atrasados dos professores até finais do corrente ano.

MAPUTO – Segundo a AIM, este e outros assuntos marcaram a 37ª sessão do Conselho de Ministros que teve lugar esta terça-feira em Maputo.

Segundo a porta-voz do Conselho de Ministros, Ana Comoane, a ordem do Presidente da República surge na sequência do encontro mantido com os representantes daquela classe profissional por ocasião do Dia do Professor, assinalado a 12 de Outubro corrente.

Durante o encontro foram abordados vários assuntos que afligem os professores, incluindo a questão dos salários atrasados e falta de pagamento das horas extraordinárias.

“O Chefe de Estado orientou que todas as dívidas devidamente confirmadas devem ser liquidadas até ao final do presente ano de 2015. Outrossim orientou que, doravante, sejam adoptadas medidas pragmáticas que permitam o pagamento atempado, quer dos salários, quer das horas extras”, disse Ana Comoane falando à imprensa no final da sessão do Conselho de Ministros.

Os professores também apresentaram no encontro com o Chefe de Estado outras preocupações, tais como morosidade nas nomeações, progressões e mudança de careiras, bem como o facto de alguns professores que leccionam nos distritos desprovidos de instituições bancária serem forçados a abandonar as suas actividades para levantarem os seus salários noutros distritos.

“Estas questões constituíram uma preocupação do Chefe de Estado”, explicou a porta-voz.

Como forma de minimizar o problema, Nyusi orientou a introdução do sistema de pagador, enquanto se aguarda pelo estabelecimento de instituições bancárias nesses distritos.

O Chefe de Estado também orientou o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano a preparar o Estatuto do Professor, à semelhança da classe dos médicos. Sugeriu ainda a realização de uma conferência, envolvendo os principais actores, para a definição de uma base que sirva de proposta a ser amplamente debatida para sua posterior aprovação.[OD]