Nacional

Psicólogo Honório Isaías: A juventude moçambicana está desorientada

2015-08-13 11:05:12 (UTC+01:00)

Comemorou-se ontem mundialmente, o dia da Juventude e neste âmbito, a equipe de reportagem da FOLHA DE MAPUTO, falou com o psicólogo moçambicano Honório Isaías em torno da problemática que circunda essa camada social.

MAPUTO-Como ponto de partida da conversa, o psicólogo, deixou ficar que existem dois tipos de juventude no nosso país, a urbana e a rural. Para Honório a Juventude anda um pouco perdida, porque “não tem referencias, não tem orientações necessárias para a formação de uma juventude saudável”, afirmou.

Honório apontou como um dos grandes males juvenis “o alcoolismo e o desemprego” e afirma que chegamos a esses níveis porque os jovens não têm ferramentas para resolver as metas que lhes são colocadas.

“Hoje muitos jovens vão a escola fazem faculdade mas depois ficam frustrados, porque eles acreditaram que pela escola podiam ter sucesso, no entanto quando agente liga a televisão e as pessoas que fazer secesso não são aquelas que fizeram a faculdade e muitas vezes não tem praticas saudáveis mas são estas que são respeitadas nas nossas famílias e na nossa sociedade”.

Outro ponto que o psicólogo tocou, foi, a decadência dos valores morais no seio da nossa sociedade e que de certo modo mancha a camada juvenil “para tu seres uma pessoa interessante na família da sua namorada tens de ter posses, se não, não és aceite”.

Julga Honório Isaías, que, essas referências fazem com que a juventude se preocupe muito mais em ter as coisas do que ser honesto “o jovem se pergunta de que adianta ser honesto se no fim das coisas quem é mais respeitado é quem tem dinheiro, não importa se matou ou roubou mas que tenha dinheiro”.

De acordo como a fonte todos somos responsáveis pela mudança do actual cenário, é preciso que o jovem cresça numa sociedade que o estimule e valorize o seu esforço “é preciso me orientem para isso e que no final eu perceba que os mecanismos e as possibilidades de sucesso elas estão lá pra todos os que se esforçam”.

Para finalizar Honório Isaías desse que é preciso definir qual é o moçambique que queremos, os valores que queres promover, para assim termos a juventude que desejamos, “a juventude é espirito e não uma faixa etária”. [FI]