Nacional

Queda de andaimes: família desconhece apoio escolar da JAT

2015-08-20 09:23:56 (UTC+01:00)

Família de uma das vítimas mortais da queda de andaimes de um prédio em construção na baixa da cidade de Maputo, afirma não ter informações em torno do apoio escolar prometido pela JAT Constrói.

MAPUTO - “Soubemos pela televisão, mas não recebemos ninguém a dizer que ia pagar os estudos das duas crianças até à universidade”, revelou Odete Tinga, mãe de uma das vítimas da tragédia com os andaimes, citada pelo jornal “O País”. Entre promessas e desmentidos, vão os desenvolvimentos do caso do acidente que matou cinco pessoas e feriu outras seis, num prédio em obras na zona baixa da cidade de Maputo.

A promessa de financiar os estudos dos filhos de uma das vítimas mortais da tragédia foi feita pela JAT Constrói, quando reagia ao relatório sobre as causas do sinistro. “Independentemente dos resultados do relatório, a JAT compromete-se a apoiar os estudos dos filhos de uma das vítimas até chegarem à universidade”, afirmou Chande Faydherbe, engenheiro e representante da empresa.

Um mês após a tragédia, a mãe do jovem de 30 anos que perdeu a vida no acidente admite que a família recebeu apoio para realizar o funeral e 50 mil meticais de apoio alimentar, mas ainda não foi informada sobre as despesas escolares das duas crianças.[OD]