Nacional

Reduz em Tete abate de elefantes por caçadores furtivos

2015-09-10 14:36:06 (UTC+01:00)

Caçadores furtivos em Tete, abateram oito elefantes, nos primeiros seis meses deste ano, contra doze, de igual período do ano passado.

MAPUTO – Segundo informou a Rádio Moçambique, os animais foram abatidos nas zonas de conservação dos distritos de Moatize, Chiúta, Chifunde, Marávia, Macanga e Zumbo.

De acordo com o Chefe de Departamento das áreas de conservação da direcção provincial de Turismo em Tete, Óscar Zalimba, para lograr os seus interesses, os caçadores furtivos recorrem com frequência ao envenenamento dos paquidermes.

Dos oito elefantes mortos este ano, cinco foram por envenenamento contra oito, de igual período de 2014.
Óscar Zalimba, diz que apesar de ter havido uma ligeira redução do abate de animais bravios, a preocupação tem a ver com o envenenamento com recurso a substâncias e produtos tóxicos desconhecidos.

A fonte chamou a atenção aos residentes das zonas circunvizinhas das áreas de conservação para tomarem cuidado com a carne desses animais, já que os furtivos só estão interessados pela extracção do marfim.

O Chefe de Departamento das áreas de conservação da direcção provincial de Turismo em Tete revelou que no primeiro semestre deste ano foram detidos quarenta e três caçadores furtivos, sendo trinta e nove moçambicanos e quatro zimbabweanos. No mesmo período foram confiscados nas mãos dos caçadores furtivos, três armas de fogo, doze de fabrico caseiro. [OD]