Nacional

Sociedade Civil defende subsídio para crianças vulneráveis

2015-08-07 10:06:54 (UTC+01:00)

Organizações da sociedade civil defendem a inclusão do subsídio para a criança vulnerável na Estratégia Nacional de Segurança Social Básica.

MAPUTO - A intenção foi manifestada, num encontro de reflexão sobre o subsídio para a criança, como estratégia para a redução da desnutrição crónica, que juntou, esta quinta-feira, em Maputo, a plataforma da sociedade civil moçambicana e representantes do UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância e da Organização Internacional do Trabalho, OIT.

Koen Vanormelingen, representante do UNICEF em Moçambique, frisou que numa primeira fase pretende-se a inclusão de 50 mil crianças na estratégia governamental, em revisão, para beneficiarem do subsídio.

Em Moçambique a desnutrição crónica afecta 43 por cento de crianças, menores de cinco anos, e tem maior incidência nas províncias de Nampula, Zambézia e Tete, noticiou a Rádio Moçambique. [OD]