Nacional

Trabalhadores da Pinga Bus queixam-se de atrasos no pagamento de saláriois

2015-11-13 11:11:16 (UTC+00:00)

Os trabalhsdores da empresa pinga Bus, dedicado ao fabríco de vinagre, pipocas e caixas no Município da Matola, paralizam as actividadees, queixando-se de excessiva carga horória, atraso de saláriois, maos tratos e a falta de equipamento adequado.

MAPUTO- Durante as manifestações, os trabalhadores foram ousados em dizer que no acto das contratações, são cobrados um valor clandestino para garrantir a sua integração no trabalho.

ʺ quando chega o momento de contratações, nos mandam pagar um valor de mil meticais, que não sabemos para quêʺ dezabafaram.

Os mesmos acrescentaram dizendo que do pouco salário que oferem, são cortados elagadamente tirar o valor para o pagamento de uniforme que vestem na empresa.

O supervisor da Pinga Bus, tendo pouco se pronunciado, limitou-se a dizer que esse assunto so poderia ser respondido pelos superiores da empresa, já o director da outra empresa que é prestada os serviços pela Pinga Bus, explica que esse problema nao e da sua empresa, mas sim e com a própria Pinga Bus. [RM]