Nacional

UEM forma órfãos de funcionários do MINT

2015-10-08 09:33:26 (UTC+01:00)

Como forma de auxiliar os órfãos de funcionários da sua instituição, no processo de ensino e aprendizagem, o Ministério do Interior (MINT) assinou um memorando de entendimento com a Universidade Eduardo Mondlane (UEM).

MAPUTO- O documento foi rubricado, ontem, em Maputo pelo Ministro do Interior, Basílio Monteiro e pelo Reitor da Universidade Eduardo Mondlane, Orlando Quilambo.

Segundo explicações de Quilambo o memorando prevê o acolhimento de órfãos de pais que, durante a sua vida, prestaram serviços ao MINT "este memorando visa facilitar e promover relações entre as duas instituições, nas mais diversas áreas de interesse público, contribuindo, deste modo, para a formação da personalidade do Homem", disse o reitor.

Segundo o académico, o memorando traz um conteúdo relevante pois aborda questões associadas a valores éticos-morais e patrióticos do cidadão moçambicano "por sermos uma instituição de ensino público estamos preocupados com a produção e disseminação de conhecimento científico e resolver vários problemas relacionados com o desenvolvimento sustentável do nosso país", disse Quilambo.

Por seu turno, o titular da pasta do interior afirmou que o presente memorando é uma prova inequívoca das relações de cooperação e amizade entre as duas instituições no domínio académico e técnico-administrativo.

"Este acto resulta da nossa visão estratégica que define a formação técnico-científica do Homem como fundamento para enfrentar os desafios mais complexos que se colocam ao MINT”, afirmou o governante". [FI]