Nacional

ÚLTIMA HORA: JAT rescinde contrato com Britalar

2015-07-20 18:58:11 (UTC+01:00)

O Grupo JAT acaba de rescindir, com efeitos imediatos, o contrato de empreitada com a construtora Britalar , responsável pela construção do edifício que os andaimes desabaram matando cinco pessoas, na baixa da cidade de Maputo.

MAPUTO - Segundo a Administração daquele grupo imobiliário, a Britalar foi contratada em 2012 como empreiteiro principal da obra e demonstrou total desrespeito pelas obrigações que assumiu no contrato, nomeadamente para com os trabalhadores da obra à sua responsabilidade e que terá resultado no sinistro ocorrido no dia 14 deste mês.


A JAT refere no comunicado que a FOLHA DE MAPUTO teve acesso que nos contratos já firmados, sempre considerou a questão segurança como o ponto principal tanto aos empreiteiros das suas obras, assim como os seus colaboradores.

De referir que as autoridades e peritos competentes já estão a apurar as causas do acidente envolvendo o andaime das obras do edifício JAT VI, ocorrido na semana passada.

A decisão da JAT de rescindir o contrato com a construtora Britalar é justificada por falha grave no cumprimento do contrato, sobretudo na falta de responsabilidade com a saúde e segurança dos trabalhadores da obra.

Recorde-se a Britalar é a mesma empresa que não conseguiu concluir as obras da avenida Julius Nyerere, na cidade de Maputo.[MCM]