Nacional

Sociedade civil exige indeminização para as vítimas de xenofobia

2015-04-27 11:11:59 (UTC+01:00)

Centenas de pessoas marcharam, ontem, em Maputo, contra a onda de violência xenófoba que tem sucedido na África do Sul, numa manifestação que culminou na embaixada daquele país na capital moçambicana.

A marcha teve início às 08.00 horas e percorreu toda a avenida Eduardo Mondlane, terminando com a entrega duma carta de repúdio às autoridades diplomáticas sul-africanas.

Além da carta dirigida ao presidente sul-africano, Jacob Zuma, os promotores do protesto apresentaram outras duas, destinadas ao presidente da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), Robert Mugabe, e ao Presidente da República, Filipe Nyusi, expressando o seu "total repúdio" e exigindo que as vítimas sejam indemnizadas.

A vaga de violência, recorde-se, teve início após declarações do rei zulu, Goodwill Zwelithini, em que este convidava os estrangeiros a fazer as malas e a partir.