Nacional

Zambézia: Profissionais da educação acusados de facilitar fraudes

2015-07-23 08:06:58 (UTC+01:00)

Seis profissionais da Direcção Provincial da Educação e Cultura da Zambézia (DPECZ) estão a ser acusados de terem facilitado fraudes durante o processo de exames de formadores e funcionários para a direcção provincial da educação.

MAPUTO - De acordo com Armindo Primeiro, director provincial, citado pelo jornal “O País”, para cada um dos referidos funcionários incorre processo disciplinar. Aliás, Primeiro fez saber que os mesmos poderão responder em tribunal.

Consta que os referidos funcionários destruíram os envelopes onde estavam os exames originais e negociaram com a alguns estudantes para que os refizessem. A acção foi descoberta graças ao controlo cerrado quer no processo do referido exame, quer durante a correcção electrónica, onde foram detectados 44 casos de fraude.[OD]