Nacional

Campo de refugio de moçambicanos no Malawi a beira de colapso

2016-02-01 06:41:45 (UTC+00:00)

O Malawi tem albergado milhares de moçambicanos em seus domínios desde a eclosão dos confrontos militares entre as forças governamentais e da Renamo, mas devido a agravamento de refugiados, o país alerta para a ocorrência de uma catástrofe.

MAPUTO- A situação dos moçambicanos refugiados no Malawi agravou-se em Dezembro último e pode tornar-se numa catástrofe em seis meses, alertou o comissário distrital malawiano de Mwanza, Gift Rapozo, citado pela Lusa.

De acordo com o comissario supracitado, no início da crise, em Julho do ano passado, havia no local cerca de 600 refugiados, mas, desde Dezembro, verificou-se a chegada de mais pessoas, estando agora inscritas 3.900 pessoas mas muitas outras ainda por registar, pelo que os números não são reais.

Alertou, contudo, que, num cenário de longo-prazo, o Malawi não vai ter capacidade de lidar com a chegada contínua de mais refugiados e que, neste momento, as autoridades locais são incapazes de antecipar o fluxo de pessoas.

Segundo o administrador malawiano, os refugiados moçambicanos continuam a regressar ao seu país, alegando falta de segurança. [FI]