Nacional

ENH poderá contrair empréstimo de 136 biliões de meticais

2018-12-06 03:46:14 (UTC+00:00)

A lei orçamental para 2019 autoriza o governo moçambicano a emitir garantias de empréstimos para o sector empresarial do Estado no valor de 151,25 biliões de meticais (2,48 biliões de dólares).

Cerca de 90 por cento do montante (136,13 biliões de meticais) visa cobrir um empréstimo que a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) deve solicitar nos mercados internacionais para a sua participação nos projectos do Gás Natural Liquefeito (GNL) da Bacia do Rovuma, na província nortenha de Cabo Dlegado.

De acordo com o Presidente da Comissão do Plano e Orçamento da Assembleia da República, o parlamento moçambicano, Eneas Comiche, “a garantia será dada a ENH para assegurar a sua participação na fase de construção de infra-estruturas do projecto do gás natural liquefeito na área 1 da bacia do Rovuma e terá uma validade de cinco anos”.

A medida vai facilitar a decisão final de investimento pelo consórcio liderado pela empresa norte-americana Anadarko, que pretende produzir GNL naquela área.

A decisão final de investimento deverá ser tomada no primeiro semestre de 2019.

A parte remanescente de garantias e avales do governo, na ordem de 15,13 biliões de meticais, visa apoiar ao restante sector empresarial do Estado.[CC]