Nacional

EXAMES: Alunos detidos por posse de guiões de correção

2019-11-22 07:06:03 (UTC+00:00)

Doze estudantes da Escola Secundária Josina Machel, em Maputo, foram detidos por posse de guiões de correção de exames da 10ª classe. Nove dos implicados foram soltos por falta de provas do seu envolvimento na fraude.

MAPUTO- Os alunos em alusão, detidos na quarta-feira, têm idades compreendidas entre 20 e 40 anos. Os que permanecem detidos encontram-se na segunda esquadra da Polícia da República de Moçambique (PRM) na capital do país.

Os estudantes estavam nos arredores da Escola Secundária Josina Machel a trocar mensagens, por via de telemóveis, sobre conteúdos das secções de ciências e letras.

Uma das detidas, L. Cungo, aluna da 11.ª classe, por sinal a responsável pela distribuição das guias de correcção aos outros estudantes, apontou ter obtido os testes através de uma parente que é quadro do sector da Educação.

O porta- voz do Comando da PRM na cidade de Maputo, Leonel Muchina, disse que os alunos foram surpreendidos com guiões de correcção de exames durante a patrulha.

A Polícia apercebeu-se de uma movimentação anormal defronte daquele estabelecimento de ensino. "Conseguimos encontrar alguns indivíduos" a tentarem vender "vários guiões de correção de exame da 10ª classe das secções de ciência e letras".

Os exames iniciaram esta semana em todo o país e este é o primeiro caso de fraude académica publicamente reportado pelas autoridades.