Nacional

FDS anunciam que mataram 59 "terroristas"

2020-08-13 05:43:28 (UTC+01:00)

As Forças de Defesa e Segurança (FDS), anunciaram esta quarta-feira, em comunicado, que mataram 59 "terroristas" que tentaram invadir aldeias do distrito de Mocímboa da Praia nos últimos sete dias.

MAPUTO- "No decurso das ações de defesa da população contra ações terroristas, as Forças de Defesa e Segurança atingiram vários resultados operativos, sendo de destacar 59 baixas infringidas aos terroristas, destruição de seis acampamentos e meios usados pelos terroristas", lê-se numa nota distribuída à comunicação social.

Durante o período, segundo o documento, os grupos armados, cujos membros estão "infiltrados na comunidade", realizaram ataques sequenciados as aldeias de Anga, Buji, Ausse e a vila sede de Mocímboa da Praia.

"Prosseguem ações visando a neutralização dos terroristas, que tem usado a população como escudo nas regiões afetadas", referiu a nota das FDS, que reiteram "o seu compromisso e engajamento no restabelecimento da ordem" e na defesa da soberania do país.

Mocímboa da Praia é uma das principais vilas da província, situada 70 quilómetros a sul da área de construção do projeto de exploração de gás natural conduzido por várias petrolíferas internacionais e liderado pela Total.

Os ataques de grupos armados na província de Cabo Delgado eclodiram em outubro de 2017 mesmo em Mocímboa da Praia e já provocaram, pelo menos, a morte de 1.059 pessoas.

De acordo com as Nações Unidas, a violência armada naquela província forçou à fuga de 250.000 pessoas de distritos afetados pela insegurança, mais a norte da província.