Nacional

HOJE: Nyusi "caça" voto em Cuamba e Mecanhelas

2019-09-18 10:44:37 (UTC+01:00)

O candidato presidencial da Frelimo à sua própria sucessão, Filipe Nyusi, é esperado esta manhã na vila municipal de Cuamba, província do Niassa, ido de Cabo Delgado, onde vai prosseguir com a campanha eleitoral.

MAPUTO- O programa de trabalho de Filipe Nyusi indica que, para além de Cuamba, deverá escalar, ainda hoje, o distrito de Mecanhelas. Ontem, o candidato da Frelimo cumpriu um programa particular em Cabo Delgado.

No último comício que orientou em Mueda, Filipe Nyusi explicou as razões por que aceitou o convite do seu partido para se candidatar a um segundo mandato, afirmando que o propósito é dar continuidade à obra iniciada em 2015.

Disse que quando tomou posse como Chefe de Estado, jurou que havia de se empenhar na busca da paz efectiva para os moçambicanos, promessa que se concretizou com a assinatura, a 6 de Agosto, do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional de Maputo.

Neste domínio, o concorrente do partido Frelimo à Ponta Vermelha acrescentou que no quinquénio 2020-2024 vai se empenhar na consolidação e manutenção da paz em Moçambique.

Falou dos insurgentes que aterrorizam algumas regiões da província de Cabo Delgado, considerando-os de pessoas sem rosto, alertando, porém, que o Governo possui informações sobre os seus movimentos e vai tomar medidas severas para salvaguardar vidas humanas.

Tal como em Mocímboa da Praia, em Mueda, Nyusi partilhou a visão da Frelimo sobre o conceito de distribuição de riqueza, afirmando que esta não pressupõe a entrega de dinheiro a cada cidadão, mas sim a aplicação de recursos financeiros em programas sociais, como a construção de escolas, estradas, abastecimento de água, energia eléctrica, assistência a grupos vulneráveis, pagamento de salários, entre outras acções.