Nacional

Moçambicano condenado no Malawi por tráfico de ossos de albino

2016-02-17 06:30:06 (UTC+00:00)

Um tribunal da cidade de Phalombe, a sul do Malawi, condenou, na segunda-feira, quatro indivíduos, incluindo um moçambicano, a pena de quatro anos de prisão, após terem sido descobertos com ossos de um cidadão albino.

MAPUTO- Segundo a Agência de Informação de Moçambique (AIM), que cita o jornal malawiano Nyasa Times, os quatro indivíduos se encontravam nas últimas semanas sob custódia policial numa das esquadras de Phalombe.

O moçambicano em causa identificou-se com o nome de Petro Jezemani, de 33 anos. Os outros três, incluindo uma mulher, são malawianos.

Augustus Nkhwazi, porta-voz da polícia malawiana, disse que os quatro foram detidos, no mês passado, depois de um homem de negócios ter sido oferecido os ossos em troca de dinheiro. [FM]