Nacional

Moçambicanos pagam "2 mil meticais" para passar da fronteira de Ressano Garcia

2020-07-08 18:34:24 (UTC+01:00)

Depois do Governo Sul-africano ter declarado Estado de desastre nacional para mitigar o impacto do coronavírus, há muitos moçambicanos abrigados a subornar dois mil meticais para atravessar a fronteira de Ressano Garcia.

Uma vez as fronteiras estarem fechadas para cidadãos comuns e que permitem apenas a entrada de camiões de carga, muitos moçambicanos para regressarem à casa são obrigados a entrar em esquemas de subornos através de camionistas ou pagar os "guarda fronteiras" para atravessar para Mocambique através da fronteira de Ressano Garcia.

A nossa Redação constatou no local que pagando um valor de 2000 Mt qualquer pessoa consegue atravessar sem ser controlado de nenhuma forma, o que coloca em questão a segurança da nossa fronteira e todos os esforços que estão sendo feitos para controlar a COVID-19.

Segundo alguns cidadãos entrevistados pela Folha de Maputo, são da opinião de que para evitar esta situação, o governo moçambicano devia procurar "caravanas de autocarros solidários" para retirar os moçambicanos que estão a precisar de regressar ao território nacional em segurança.

De referir que a África do Sul continua sendo o país da SADC com o índice de contaminação muito alto na região.