Nacional

Renamo pede anulação das eleições

2019-10-20 13:56:09 (UTC+01:00)

A Renamo, principal partido da oposição, pediu este sábado a repetição das eleições gerais, por não aceitar os resultados preliminares que até aqui dão vitória a Filipe Nyusi e o partido Frelimo.

MAPUTO- O pedido foi apresentado em conferência de imprensa pelo secretário-geral do partido, André Magibire, na sede nacional da Renamo, em Maputo, alegando fraude no acto eleitoral a favor do partido no poder.

Magibire remeteu detalhes sobre a decisão da Renamo para depois da reunião da Comissão Política Nacional agendada para segunda-feira (amanhã), em Maputo.

O secretário-geral da Renamo comparou as eleições a um exame escolar. "Considerando que alguns eleitores traziam consigo boletins de voto já assinalados a favor do partido Frelimo e do seu candidato, antes de entrar na sala de votação, o partido Renamo considera que houve fraude semelhante àquela em que estudantes se apresentam na sala de exame com cópias de guias de correção".

Assim, "a norma pedagógica recomenda que se anule este exame realizado a 15 de outubro em todo o território nacional e que o país se prepare para novas eleições que devem ser supervisionadas por entidades idóneas".

A Renamo entende que a Frelimo promoveu a violência e a fraude de tal maneira que violou o recente acordo de cessação de hostilidades, assinado a 01 de agosto, documento prévio ao acordo de paz assinado cinco dias depois, entre Governo e oposição - representados pelo Presidente da República, Filipe Nyusui, e pelo presidente da Renamo, Ossufo Momade.