Nacional

Restos mortais de Machungo vão a enterrar segunda-feira no Lhanguene

2020-02-20 12:04:26 (UTC+00:00)

Os restos mortais do antigo Primeiro-Ministro, Mário Machungo, falecido na madrugada do dia 17 de Fevereiro corrente, vão a enterrar na segunda-feira, pelas 15.00 horas, no Cemitério de Lhanguene, em Maputo.

MAPUTO- Segundo deliberação do Conselho de Ministros, reunido em sessão ordinária, Mário Machungo terá um funeral oficial, nos termos definidos no Decreto 47/2006, de 26 de Dezembro, que aprova as normas do protocolo do Estado. Ainda segundo decisão do Governo, o país vai observar um luto nacional em memória a Mário Machungo, a partir de 0.00 hora de domingo, dia 23 de Fevereiro até às 24.00 horas de segunda-feira, 24 de Fevereiro, dia das exéquias.

Durante o período de luto, a bandeira nacional será içada a meia haste em todo o território nacional e nas missões diplomáticas e consulares da República de Moçambique.

De acordo com Matos, os restos mortais de Mário da Graça Machungo, deverão chegar ao país na manhã deste sábado, provenientes de Lisboa, devendo depois ser transportados para a capela da Igreja Anglicana São Cipriano, na cidade de Maputo, onde será celebrada missa de corpo presente.

No fim do dia, a urna contendo os restos mortais do antigo primeiro-ministro será transportada para a morgue do Hospital Central de Maputo onde será conservado até segunda-feira, dia do funeral no Cemitério de Lhanguene.

No próprio dia do funeral, as cerimónias terão início às 10.00 horas no Paços do Município da cidade de Maputo, onde haverá velório público para prestar a última homenagem a Mário Machungo até às 14.00 horas.

Mário Machungo perdeu a vida na segunda-feira, vítima de doença prolongada, em Lisboa, onde permaneceu nos últimos tempos em tratamento hospitalar.