Nacional

Réus condenados a nove anos de prisão pela morte de imigrantes etíopes

2020-10-22 09:06:27 (UTC+01:00)

O Tribunal Judicial da província de Tete condenou, terça-feira, a nove anos de prisão, dois dos sete acusados de envolvimento na morte de 64 imigrantes de etíopes.

MAPUTO- Trata-se dos réus Silva Nhome, motorista da viatura contentorizada que em Março passado serviu para transportar os imigrantes ilegais provenientes da República do Malawi,e Ayub Juliasse, suposto guia no processo.

Os condenados, ora presos no estabelecimento penitenciário provincial de Tete, foram condenados por prática de crime de homicídio involuntário.

O conjunto de juízes decidiu igualmente absolver outros cincoréus, nomeadamente Cristina Marcos, Gray Inácio e Fatilino, incluindo, dois agentes da PRM, por falta de provas do seu envolvimento no crime.