Vida e Lazer

Empresa japonesa quer explorar minérios na lua

2015-06-22 13:53:26 (UTC+01:00)

Uma empresa emergente japonesa chamada ispace, quer ser pioneira em pesquisar com veículos robotizados a existência de recursos minerais na superfície lunar para vender depois suas descobertas a empresas mineradoras.

MAPUTO- "Descobriremos onde se distribuem elementos como as terras raras mediante a análise da areia e das camadas usando as câmaras de entre 10 e 100 destes rovers (veículos robotizados)", disse nesta segunda-feira ao jornal econômico "Nikkei" o executivo-chefe da ispace, Takeshi Hakamada.

No entanto, a companhia, fundada em 2013, ainda está a arrecadar fundos para poder mandar seu primeiro rover à Lua, o que espera que seja lançado em torno da segunda metade de 2016 pelo operador aeroespacial privado americano SpaceX.

O objectivo, além disso, é que este primeiro veículo participe de um concurso convocado pelo gigante tecnológico Google, pelo qual 15 equipes devem conseguir que seu veículo percorra 500 metros sobre a Lua e envie vídeo e fotos outra vez à Terra.

A primeira equipe que conseguir vai levar um prémio de 20 milhões de dólares.

[EL]