Vida e Lazer

ONU usa vacinas para esterilizar secretamente mulheres em todo o mundo

2015-07-14 13:14:45 (UTC+01:00)

Duas organizações das Nações Unidas, a OMS e a UNICEF, foram surpreendidas a administrar "vacinas contra o tétano" contendo agentes esterilizantes em meninas e mulheres no Quénia.

MAPUTO - Segundo o portal Nova ordem mundial, Suspeita-se que haja um programa internacional bem coordenado para usar vacinas para esterilizar secretamente mulheres em países pobres em todo o planeta.

Os testes de laboratório que foram realizados recentemente no Quénia e na Africa do Sul, encontraram um antígeno que provoca abortos nas vacinas que estavam a ser dadas a meninas e mulheres no Quénia.

Os bispos católicos do Quénia estão a exigir explicações das organizações das Nações Unidas a respeito da esterilização milhões de meninas e mulheres sob o pretexto de um programa de inoculação antitetânica patrocinado pelo governo queniano.

De acordo com um comunicado divulgado pela Kenya Catholic Doctors Association, a organização encontrou um antígeno que provoca abortos em uma vacina que está a ser administrada em 2,3 milhões de meninas e mulheres pela Organização Mundial de Saúde e UNICEF.[EL]