Desporto

CAN: Árbitro zambiano foi levado ao hospital após uma arbitragem polémica

2022-01-14 11:39:37 (UTC+00:00)

O árbitro zambiano, Janny Sikazwe, que protagonizou momentos insólitos no triunfo do Mali sobre Tunísia (1-0), foi conduzido ao hospital após o embate da primeira jornada do grupo "F" da Taça Africana das Nações ( CAF).

Segundo a imprensa egípcia, o árbitro pode ter problemas de saúde. O canal Kora Plus citando o responsável pelos árbitros da competição, Essam Abdrl-Fatah, escreve que o zambiano pode ter sido vítima de uma isolação.

" O árbitro Sikazwe sofreu uma isolação e desidratação muito grave, o que o levou a perder o foco e foi levado ao hospital" disse o responsável pells juízes da Confederação Africana de Futebol.

Jenny kazwe apitou por duas vezes para o final do desafio antes do término do tempo regulamentar, aos 85 minutos e depois quando faltavam 19 segundos para o fim do jogo. Assim, após o encontro o árbitro foi levado ao hospital para realizar exames.

O árbitro acima citado já havia sido suspenso em 2018 por ter feito uma arbitragem tendenciosa durante a partida das meias-finais da Liga dos Campeões Africanos entre Espérance da Tunísia e o Premieiro Agusto de Angola.


Sikazwe ganhou aclamação global depois de arbitrar quatro torneios da Copa das Nações Africanas e o Mundial de Clubes no Japão entre Real Madrid e Kashima Antlers do Japão em dezembro de 2016. Ele ganhou as manchetes quando não deu a Sergio Ramos, do Real Madrid cartão vermelho por falta na final.

Sikawe também atuou na Copa do Mundo da Rússia de 2018.

Sikazwe é professor de matemática e educação física.