Desporto

Jogar no FNB Stadium com público poderá custar ao país cerca de 2.5 milhões de meticais

2022-05-17 17:28:26 (UTC+01:00)

O país poderá desembolsar cerca de 2.5 milhões de meticais se quiser jogar com público, frente ao Ruanda no FNB estadium, na vizinha África do Sul, em desafio da primeira jornada do grupo L de qualificação ao CAN-2023.

Os preços foram revelados pela Federação Moçambicana de Futebol, numa carta enviada à Secretaria de Estado do Desporto, que a "FOLHA DE MAPUTO" teve acesso, onde explica que os valores de aluguer do estádio variam consoante a presença ou não do público.

“Deste modo, e conforme demonstram as cotações em anexo, o custo de realização do jogo sem espectadores é de ZAR 280.787,50 (Duzentos e oitenta mil setecentos e oitenta e sete Rands e cinquenta cêntimo). Caso se pretenda que o jogo se realize com a presença de espectadores, o custo supracitado terá uma adição de ZAR 317.067 (Trezentos e dezassete mil e sessenta e sete Rands), totalizando então ZAR 597.854,50 (quinhentos e noventa e sete mil oitocentos cinquenta e quatro Rands e cinquenta cêntimos)" lê-se na carta.

Para dizer que se os Mambas quiserem realizar o jogo sem público poderão desembolsar 1.207.386,25 Meticais (um milhão, duzentos e sete mil, trezentos e oitenta e seis Meticais e 25 cêntimos), e já com o público, sobe para 2.569.613,35 Meticais (dois milhões, quinhentos e sessenta e nove mil, seiscentos e treze Meticais e trinta e cinco cêntimos), onde deverá acrescentar mais, o valor de 1.363.388,1 MT (um milhão, trezentos e sessenta e três mil, trezentos e oitenta e oito Meticais e um cêntimo).

De recordar que os Mambas realizam jogos em casa emprestada, devido a interdição do Estádio Nacional do Zimpeto, que não reúne condições necessárias para acolher jogos internacionais, pelo que achou a vizinha África do Sul como a opção mais viável.

E o jogo da primeira jornada está agendada para 02 de Junho, no recinto desportivo supracitado.