Desporto

Textáfrica de Chimoio só teve dois treinos para enfrentar os Locomotivas de Maputo

2021-05-09 07:23:38 (UTC+01:00)

O Grupo Recreativo Textáfrica de Chimoio fez apenas dois treinos para enfrentar o ferroviário de Maputo, no Estádio da Machava, neste sábado (08/05), em desafio a contar para quinta-jornada do moçambola, segundo o treinador Custódio Parruque.

O técnico dos fabris do Chimoio falava logo após a derrota por três bolas sem resposta diante dos locomotivas de Maputo. O treinador começou por reconhecer a superioridade dos donos da casa: “É um resultado justo, foi um jogo onde o ferroviário foi superior, não podemos negar isso, mas nos estávamos cientes que íamos ter dificuldades, há muitos factores que contribuíram para isso, viemos aqui com muitas dificuldades, mas fizemos a nossa parte, foi difícil mas dou os meus parabéns aos meus jogadores pelo esforço feito, vamos continuar a trabalhar para melhorarmos nos próximos jogos” disse custodio Parruque.

Mais adiante, o treinador do Textáfrica acabou revelando as razões de falta de ritmo dos seus pupílos: ”Um dos factores que fez com a gente não conseguisse em termos físicos foi a paragem prolongada dos jogadores, dois meses sem treinar, só fizemos dois treinos, mas isso não é justificação, fizemos todo esforço e não conseguimos” rematou

Já, o Treinador Adjunto do Ferroviário Cláudio Chilengue, reagiu ao resultado referindo que: “Foi uma Victória justa merecida, dominamos por completo o jogo, entramos a marcar” e acrescenta “é sempre bom começar a ganhar (…) quiçá que não haja uma nova paragem e continuamos nesse ritmo” disse.

Com a derrota, o Textáfrica permanece na penúltima posição com apenas três pontos em cinco partidas disputadas e na próxima jornada recebe a União Desportiva de Songo.