Internacional

Autoridade palestiniana quer ser membro da ONU

2024-04-02 10:41:34 (UTC+01:00)

A autoridade palestiniana quer que o Conselho de Segurança das Nações Unidas leve à votação, ainda este mês, a integração plena da Palestina nas Nações Unidas, disse a representação do território na ONU à agência de notícias Reuters.

O objectivo, contou o observador palestiniano na ONU, Riyad Mansour, é que o Conselho de Segurança tome uma decisão numa reunião ministerial marcada para 18 de Abril sobre o Médio Oriente, cuja votação ainda não foi marcada.

Uma candidatura de adesão plena de 2011 está ainda pendente, alegou Mansour, já que o Conselho de Segurança nunca tomou uma decisão formal. Na ocasião, o órgão da ONU não conseguiu reunir o apoio de nove dos 15 Estados-membros do Conselho. Além disso, os Estados Unidos anunciaram que pretendiam vetá-lo se uma maioria de nove fosse alcançada, apesar de proclamarem apoio à "solução de dois Estados".

"A intenção é colocar o pedido em votação no Conselho de Segurança este mês", acrescentou Mansour.

A Palestina é considerada um "Estado observador" na ONU desde 2012, um estatuto que só partilha com o Vaticano, embora um ano antes tivesse solicitado a entrada como membro de pleno direito.

No próximo dia 18 de Abril, o Conselho de Segurança irá reunir-se para um debate aberto de alto nível sobre a situação no Médio Oriente, com foco na questão palestiniana, sendo essa uma das possíveis datas para uma votação.