Internacional

Botswana continuará a apoiar o combate ao terrorismo em Cabo Delegado

2024-07-11 07:56:42 (UTC+01:00)

O Botswana manifesta disponibilidade para continuar a apoiar Moçambique no combate ao terrorismo, mesmo com a saída das tropas da SADC de Cabo Delgado.

O Presidente de Botswana, diz que a retirada da SAMIM da província não é o fim do apoio do seu país no combate ao extremismo violento.

Mogoetsi Masisi garante prontidão para qualquer solicitação de Moçambique.

O Chefe do Estado de Botswana falava, esta quarta-feira, em Maputo, após as conversações que manteve com o Presidente da República, Filipe Nyusi, no quadro da sua visita ao país.


Na ocasião, Filipe Nyusi agradeceu o papel de Botwsana e do presidente Mogoetsi Masisi na luta contra o terrorismo, em Cabo Delgado.


O Presidente da República, Filipe Nyusi, e o seu homólogo tswana, Mogoetsi Masisi, lamentaram pela perda de vidas dos soldados dos dois países no Teatro Operacional Norte.

Entretanto, os dois estadistas testemunharam a assinatura de instrumentos de cooperação bilateral nas áreas de combate à corrupção, tecnologias de informação e comunicação, protecção social, segurança e ordem públicas, agricultura, comércio, indústria, investimentos e transportes.

Filipe Nyusi diz que este último sector deve ser capitalizado nas relações Moçambique-Botswana.

É neste contexto que, na sexta-feira, os Chefes do Estado de Moçambique, Botswana e Zimbabwe presidem, na província de Maputo, a Cimeira Tripartida sobre o Projecto do Porto de Techobanine e a Linha Ferroviária do Limpopo.