Internacional

China proíbe celebridades de exibir riqueza e luxos nas redes sociais

2021-11-24 09:02:31 (UTC+00:00)

As celebridades na China deixam de poder "exibir riqueza" ou "extravagâncias" nas redes sociais, anunciou a Administração do Ciberespaço do país, na terça-feira.

Tanto as contas de celebridades, quanto as dos clubes de fãs devem "seguir a ordem pública e os bons costumes, aderir à orientação correta da opinião pública, promover os valores socialistas e manter um estilo e gosto saudáveis", disse a agência chinesa de regulação da Internet em comunicado, citado pelo Insider.

O anúncio está em linha com a repressão do Partido Comunista Chinês à crescente indústria de entretenimento do país, à medida que as autoridades se opõem aos escândalos de celebridades e de grupos de fãs online que, segundo o partido, causam desordem social.

Esta nova diretiva também proíbe as celebridades de espalharem boatos, publicarem informações falsas ou privadas, fazerem os grupos de fãs "atacarem-se verbalmente uns aos outros" e encorajá-los a participar em "angariações de fundos ou fazerem investimentos irracionais".

De forma a fazer cumprir as novas regras, as redes sociais chinesas devem monitorar e relatar "suspeitas de atos ilegais e criminosos de estrelas expostas e conflitos de grupos que envolvam fãs" às autoridades, ao mesmo tempo que moderam o conteúdo que pode causar desordem social, pode ainda ler-se na nota.