Internacional

Bélgica, Terrorismo

Explosões causam mais de trinta mortos na capital da Bélgica

2016-03-22 11:49:00 (UTC+00:00)

O aeroporto de Zaventem, na capital Belga, foi alvo de duas explosões, na manhã desta terça-feira, que se terão desencadeado na zona de partidas, causando até ao momento mais de 30 mortos e uma centena de feridos, embora não haja confirmação oficial.

Na sequência das explosões, o aeroporto foi evacuado e todos os voos suspensos. Testemunhas no local garantem que ouviram gritos proferidos em árabe antes da explosão. A estação belga VRT avançou entretanto que as explosões terão sido um ataque suicida.

Poucos minutos depois, também o metro de Bruxelas foi alvo de uma detonação. Uma nova explosão terá acontecido entre as estações de Maelbeek e Schuma, que se situam junto ao quarteirão onde se encontra o Parlamento Europeu. Há a confirmação de pelo menos 10 mortos.

O edifício da Comissão Europeia, em Bruxelas, está fechado. A Sky News dá conta de que os funcionários que ali se encontram estão proibidos de sair. Quem ainda não chegou, foi aconselhado a regressar a casa.

A segurança em todo o país está a ser reforçada. Na capital belga foram suspensos todos os serviços de transporte público, incluindo metro e comboios. Os museus foram encerrados, bem como escolas e a Universidade da cidade.

As autoridades belgas elevaram o alerta terrorista para o seu nível máximo.

Na sequência dos ataques, também a Alemanha e França terão reforçado a sua segurança, sobretudo nos aeroportos.

As explosões hoje ocorridas acontecem quatro dias depois de Salah Abdeslam, principal cúmplice dos ataques de Paris, ter sido detido na cidade.