Internacional

Grupo de homens armados mata 27 pessoas no centro da Nigéria

2021-06-08 18:08:40 (UTC+01:00)

Um grupo de homens armados atacou um mercado e um campo de futebol numa pequena cidade no estado de Benue, no centro da Nigéria, matando pelo menos 27 pessoas e ferindo muitas outras, revelou hoje a polícia local.

"O ataque teve lugar por volta das 18:00 horas de domingo, quando os comerciantes estavam a arrumar as suas bancas de mercado", indicou a porta-voz da polícia estatal de Benue, Catherine Anene.

"Os feridos foram levados para o hospital, 27 pessoas foram mortas", acrescentou.

O estado de Benue situa-se na faixa fértil no centro da Nigéria, onde os confrontos comunitários entre pastores fulani nómadas e agricultores locais sobre o acesso a terras de pastagem e água são frequentes.

Mais de 218.000 residentes do estado de Benue encontram-se deslocados internamente, de acordo com um censo da Organização Internacional para as Migrações (OIM). O número de deslocados internos é mais elevado em todo o centro e noroeste da Nigéria.

"Entre 31 de maio e 06 de junho de 2021, confrontos armados entre pastores e agricultores causaram novas ondas de deslocações", assinalou o mais recente relatório da OIM, estimando que a violência provocou mais de 200 mortos nas últimas semanas.

A Nigéria, o país mais populoso de África, com mais de 200 milhões de habitantes, enfrenta a insurreição do grupo radical islâmico Boko Haram, no nordeste do país, onde também operam vários grupos criminosos, que saqueiam aldeias e realizam raptos em larga escala, bem como ações de grupos pró-independentistas no sudeste.

O Presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, um antigo general, com 78 anos, é fortemente criticado pela sua inação e pela qualidade da gestão do país, que se afunda cada vez mais numa crise de segurança grave.