Internacional

Israel podera quebrar o acordo da boa vizinhança com Egipto

2024-05-30 11:24:11 (UTC+01:00)

Israel assumiu, desde ontem, o controlo total do corredor estratégico da Filadélfia, a fronteira de 14 quilómetros entre a Faixa de Gaza e o Egipto, onde se situa a passagem de Rafah.

Daniel Hagari, porta-voz das Forças de Defesa de Israel, citado pelo o País, disse que as tropas israelitas encontraram cerca de 20 túneis subterrâneos no corredor da Filadélfia, que eram utilizados pelo Hamas para guardar armas e outros bens, apesar do bloqueio de vários anos imposto por Israel e pelo Egipto.

Israel também fez progressos na sua incursão na cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza, onde centenas de milhares de habitantes procuraram refúgio por esta ser considerada uma “zona segura”. No entanto, a escalada de violência dos últimos dias em Rafah matou dezenas de palestinianos, na sua maioria, mulheres e crianças.

Segundo o exército israelita, uma quinta brigada, que pode atingir vários milhares de soldados, juntou-se às tropas de Israel que operaram na cidade de Rafah na terça-feira.

Por sua vez, Egipto já alertou que qualquer aumento de tropas na zona estratégica da fronteira violaria o acordo de paz de 1979 entre os dois países.

Quase um milhão de pessoas fugiram de Rafah, desde a incursão terrestre lançada contra a cidade no início de maio. No entanto, os palestinianos queixam-se da falta de sítios seguros para onde possam se refugiar.