Internacional

Mãe de militar morto em ataque em Cabul convida Trump para funeral

2021-09-09 08:07:04 (UTC+01:00)

A mãe de um dos militares mortos no ataque ao aeroporto de Cabul, no dia 26 de agosto, convidou o antigo presidente norte-americano Donald Trump para o funeral do filho.

Kareem Nikoui foi um dos 13 militares norte-americanos que morreram durante o ataque protagonizado pelos talibãs.

Nas redes sociais, a sua mãe Shana dirigiu-se a Donald Trump para o convidar para o último adeus ao ex-membro da Marinha norte-americana.

"Adoraria que alguém como o meu presidente (você, sr. Trump) pudesse estar presente enquanto deito o meu querido filho para descansar em paz", escreveu, acrescentando que seria "um prazer conhecer o verdadeiro presidente dos EUA".

"Adoro-o e a América adora-o também", rematou.


O ex-presidente dos Estados Unidos terá respondido à solicitação, através de um comunicado de email, afirmando que também "o país ama o seu filho". Contudo, não confirmou a sua presença ou não no evento.

Esta não é a primeira vez que Shana fala após o incidente que matou o seu filho. Já anteriormente criticara Joe Biden a quem acusou de ser culpado pela morte do seu filho.

Em declarações ao programa 'The Wilkow Majority' a mulher acusou o "demente" Biden e todos os seus seguidores das fatalidades registadas no Afeganistão.

"Vinte anos e seis meses, a preparar-se para regressar a casa, para junto da sua mulher e para assistir ao nascimento do seu filho, e aquele pedaço de porcaria, cheio de demência enviou o meu filho para a morte", afirmou

O funeral do militar acontece no dia 18 de setembro.