Internacional

Mais de 3 mil detidos e 212 mortos na sequência de tumultos na África do Sul

2021-07-19 09:13:22 (UTC+01:00)

O número de detenções na África do Sul subiu para 3.407, na sequência dos recentes tumultos e pilhagens que causaram 212 mortes, segundo a Estrutura Nacional de Operações e Informações (NatJOINTS).

A estrutura avançou ainda que “a tensão parece ter acalmado” no país e que as forças de segurança estão a realizar operações de recuperação de bens roubados em KwaZulu-Natal e Gauteng, as duas províncias afectadas pelos actos de violência.

Durante as operações deste fim-de-semana, 14 suspeitos de estarem na posse de bens pilhados durante os tumultos, como televisores, computadores, mobiliário e roupa, foram detidos na província de Gauteng e outros 92 na província de KwaZulu-Natal.

O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, agradeceu às pessoas que se recusaram a participar na destruição de “vidas, de meios de subsistência e de propriedades” durante os tumultos que decorreram há cerca de uma semana.