Internacional

Nicolas Maduro escapa ileso a alegado atentado com drones

2018-08-05 12:45:31 (UTC+01:00)

Foram usados drones equipados com explosivos, mas presidente da Venezuela escapou ileso do ataque. Sete militares ficaram feridos. Já há um movimento rebelde venezuelano a reivindicar atentado.

MAPUTO- O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, terá sido alvo de um atentado com drones equipados com explosivos na tarde de sábado (noite em Lisboa), quando discursava perante forças militares na Avenida Bolívar, em Caracas.

A versão do atentado foi avançada por vários elementos do próprio regime venezuelano, que indicaram que Maduro saiu ileso do sucedido, mas que sete militares ficaram feridos.

Numa primeira reacção aos acontecimentos deste sábado, Nicolas Maduro acusou o Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, de estar por detrás do alegado atentado contra a sua vida em Caracas.

No entanto, começaram a surgir versões que contradizem a narrativa do governo venezuelano, nomeadamente a de que uma explosão acidental num apartamento próximo do local do desfile terá sido aproveitada pelas autoridades para construir um relato de um atentado falhado e assim abrir caminho a repressão contra as forças anti-regime.

Fontes dos bombeiros ouvidas – sob condição de anonimato – pela agência de notícias norte-americana Associated Press contestam a versão oficial do governo venezuelano, afirmando que tudo não terá passado da explosão de uma bilha de gás num apartamento próximo ao local dos factos. Os Estados Unidos são opositores do regime de Nicolas Maduro, tal como era do seu antecessor e mentor, Hugo Chávez.[CC]