Internacional

Terrorismo, EUA

Obama diz que a coligação empurrou o EI para a “defensiva”

2016-04-14 13:27:36 (UTC+01:00)

O presidente dos Estados Unidos da América, Barack Obama, afirma que a coligação liderada pelo seu país contra o Estado Islâmico conseguiu empurrar o grupo para a “defensiva”, diminuindo a sua área de influência.

Depois de uma reunião com os assessores de segurança na “sala de crise” da Casa Branca, o presidente norte-americano afirmou que “atualmente, na Síria e no Iraque, o Estado Islâmico está na defensiva.

A coligação de 66 membros, que inclui parceiros árabes, está na ofensiva e beneficia de um impulso, que pretende manter.

Obama reafirmou também que a única forma de acabar definitivamente com o grupo “jihadista” é pôr fim à guerra civil na Síria.

A intervenção do presidente norte-americano coincidiu com a abertura, em Genebra, na nova ronda de negociações entre o regime de Bashar al-Assad e a oposição. [FM]