Internacional

"Panamá Papers": primeiro-ministro da Islândia pede demissão

2016-04-06 06:00:42 (UTC+01:00)

O primeiro-ministro da Islândia, Sigmundur David Gunnlaugsson, pediu demissão na tarde de ontem, na sequência do escândalo "Panamá Papers".

Durante esta terça-feira, o primeiro-ministro, que viu o seu nome ligado às acusações de branqueamento de capitais de fraude fiscal, já tinha pedido que o parlamento fosse dissolvido, mas o presidente da Islândia recusou.

Sigmundur recebeu vários pedidos para se demitir, principalmente pela oposição de esquerda, logo depois de o escândalo rebentar, no domingo passado, e chegou mesmo a excluir o cenário de demissão. No entanto, as pressões dos últimos dias fizeram com que tudo mudasse de figura.

De recordar que os documentos referem que Gunnlaugsson terá criado, em 2007, uma sociedade com a sua mulher nas ilhas Virgens britânicas para gerir a sua fortuna.