Internacional

Pelo menos 38 pessoas mortas em incêndio numa fábrica na China

2022-11-22 08:33:56 (UTC+00:00)

Pelo menos 38 pessoas morreram e duas ficaram ligeiramente feridas por causa do incêndio ocorrido numa fábrica de tecnologia, na cidade chinesa de Anyang, informou, hoje, a agência de notícias estatal Xinhua.

A empresa onde ocorreu o incêndio lida com produtos químicos e outros bens industriais, na província de Henan, no centro da China.

Procurando extinguir o fogo, os bombeiros levaram cerca de três horas e meia para controlar o incêndio que começou por volta das 16:30 da China.

Imagens difundidas pela televisão estatal CCTV mostram chamas e fumo a sair daquele que parece um edifício de dois andares tomado pelo fogo. Fotos noturnas mostram os bombeiros a examinarem o que restou da estrutura, com uma escada de extensão e luzes.

Entretanto, as autoridades não detalharam a causa do incêndio.

A China tem um histórico alargado de acidentes industriais mortais, causados pela fraca implementação de medidas de segurança, alimentadas pela concorrência entre empresas e corrupção nos organismos encarregues da supervisão.

Más condições de armazenamento, saídas de emergência trancadas e falta de equipamento de combate a incêndios são frequentemente citadas como causas directas.

As informações disponíveis sobre a empresa proprietária do edifício, a Kaixinda, revelam que se trata de um grossista que lida com uma ampla gama de produtos industriais, incluindo produtos químicos especializados.

Uma grande explosão, em 2015, num depósito de produtos químicos na cidade portuária de Tianjin, no norte da China, resultou na morte de 173 pessoas.