Internacional

Brasil, Corrupção

Presidente do Brasil arguido por organização criminosa

2017-09-15 06:12:40 (UTC+01:00)

O presidente do Brasil, Michel Temer, foi ontem, constituído arguido, acusado de praticar os crimes de obstrução à justiça e participação em organização criminosa.

A denúncia foi apresentada pelo procurador-geral, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), que está a três dias de acabar o mandato.

De acordo com o procurador-geral, Michel Temer e parlamentares do Partido Movimento Democrático Brasil (PMDB) participaram num suposto esquema de corrupção envolvendo membros da Câmara dos Deputados (câmara baixa parlamentar) com o objectivo de obter vantagens indevidas em órgãos da administração pública.

Em Junho, Janot acusou pela primeira vez o presidente por corrupção passiva no caso da empresa exportadora de carnes JBS - a denúncia, no entanto, foi travada na Câmara dos Deputados em Agosto. [FM]