Internacional

Ramaphosa esta confiante na vitória do ANC

2024-05-29 13:27:41 (UTC+01:00)

O actual Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, afirmou hoje, não ter "nenhuma dúvida" de que o ANC vencerá as eleições gerais do seu país, ao que todas as sondagens indicam, mas sem maioria absoluta, ao fim de 30 anos.

O chefe de Estado, com 71 anos, que conta com um segundo mandato, afirmou à comunicação social depois de votar no Soweto - a cidade-berço do Congresso Nacional Africano (ANC), junto a Joanesburgo, onde Ramaphosa cresceu - que "não há dúvida de que o povo vai mais uma vez expressar a sua confiança" no partido no poder desde o fim do "apartheid", em Abril de 1994.

O líder do principal partido da oposição sul-africana, Aliança Democrática deu voz ao que todos os inquéritos de opinião sublinharam nas últimas semanas, que "nenhum partido" ganhará uma "maioria absoluta", nestas eleições gerais, o que, a confirmar-se, constituirá um revés histórico para o ANC.

"Nenhum partido ganhará a maioria absoluta nestas eleições e, pela primeira vez em 30 anos, a África do Sul tem a oportunidade de mudar", declarou à comunicação social John Steenhuisen, o líder da oposição, depois de ter votado em Durban.

A África do Sul está hoje a eleger um novo parlamento, num escrutínio imprevisível, que se perspetiva como histórico. Cerca de 27,6 milhões de eleitores registados têm de escolher entre 52 partidos, para eleger 400 deputados através de um sistema de representação proporcional. Também as assembleias das nove províncias do país vão hoje a votos.

O ANC conta, no actual, Parlamento com 230 dos 400 deputados.

As urnas estarão abertas até às 21 horas e os resultados finais não são esperados antes do fim de semana. O Parlamento elegerá o próximo Presidente em Junho.